David Luiz: da glória à queda

Diego de Moraes

David Luiz Moreira Marinho, paulistano de Diadema, tinha 27 anos quando sofreu a maior derrota da vida de jogador de futebol no Mineirão, na derrota brasileira por 7 a 1 frente aos alemães. É provável que nem a dispensa em peneiras, como a do São Paulo Futebol Clube, quando David ainda era um adolescente, tenha sido tão dolorida quanto aquela tarde nublada de julho em Belo Horizonte, pois David, nome que remete a um rei bíblico, cuja história é marcada por ter derrotado um gigante, assumira a responsabilidade de principal atleta da seleção, após a contusão de Neymar, nas quarta-de-final do mundial. David finalmente chegara no auge da carreira, mas com responsabilidade excessiva: guiar uma seleção jovem para uma final de Copa do mundo em casa, tendo antes pelo caminho uma seleção experiente e vencedora, a Alemanha.

David chegou ao duelo contra os alemães respaldado por dois fatos importantes: fora eleito pela FIFA, dias antes, o melhor jogador da primeira fase da Copa, com atuações seguras contra Croácia, México e Camarões. Além disso, fez o gol que deu a classificação ao Brasil no jogo contra a Colômbia, findado em 2 a 1 para o Brasil, em cobrança de falta. Todavia, no jogo frente à Alemanha, sem o companheiro de zaga, Thiago Silva, suspenso também na partida contra os colombianos, em virtude de acúmulo de cartões amarelos, David, que herdara de Thiago a faixa de capitão, desafinou e mostrou sua faceta mais criticada pela mídia esportiva desde que passou a viver o mundo do futebol: a irresponsabilidade. Lá atrás, quando ainda atuava nas categorias de base, David era um meia, alguém com qualidade técnica, capaz de servir os companheiros e deixá-los em condições de finalizar as jogadas. Com o passar do tempo, o porte físico do paulista aumentou e os treinadores optaram por utilizá-lo como marcador, seja na função de volante, ou de zagueiro, na qual ele se consagrou e ficou conhecido mundialmente.

A irresponsabilidade citada deve-se ao fato de David, sobretudo quando o time que defende está perdendo um jogo, abandonar o seu posto fixo, no caso, a zaga, e aventurar-se em jogadas no ataque, lançando mão de sua qualidade técnica, porém deixando a equipe ainda mais exposta e, portanto, mais suscetível a sofrer outros gols.

Na contramão de outros astros do futebol, conhecidos por presença assídua em casas noturnas e festas dos mais variados tipos, David, cristão por formação, construiu imagem de bom moço, um jogador de futebol que não bebe, não tem vícios e jura ter casado virgem como um propósito de vida. Ademais, é extrovertido, brincalhão e carismático, conquistou milhares de fãs mirins nas ruas (crianças iam ao estádio com perucas que lembravam a cabeleira de David) e nas redes sociais, nas quais amealhou mais de 35 milhões de seguidores, que acompanham em fotos as inúmeras “caretas” feitas pelo atleta, hoje com 29 anos.

Em 2013, David Luiz viveu, para o bem, seu momento mais importante na seleção brasileira. Salvou, em cima da linha, o que seria o gol de empate da então seleção mais poderosa do futebol mundial, a Espanha, na final da Copa das Confederações, que ocorre um ano antes da Copa do mundo. Depois disso, David viveu no paraíso com a torcida e a crônica esportiva brasileira até o dia 8 de julho de 2014, dia em que não foi capaz de mais uma vez salvar a pátria e caiu prostrado (como retrata a foto do jornal) e chorou diante das câmeras de televisão de todo o mundo. A esperança brasileira depositada em David, zagueiro mais caro da história do futebol – foi vendido do futebol inglês para o francês por 150 milhões de reais – morreu e foi enterrada a 7 palmos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s