Mídia: propaganda política e manipulação, de Noam Chomsky

Por Lara Camargo

“Em que tipo de mundo e de sociedade queremos viver e, sobretudo, em que espécie de democracia estamos pensando quando desejamos que essa sociedade seja democrática?”. Essa é a pergunta que norteia o livro “Mídia: propaganda política e manipulação”, do linguista e ativista político norte-americano Noam Chomsky.

Considerado um dos maiores intelectuais vivos, Chomsky não poupa críticas ácidas à mídia – considerada por ele a maior arma política nos Estados Democráticos. “A propaganda política está para uma democracia assim como o porrete está para um Estado totalitário”, defende. Em sua publicação, lançada no Brasil em 2013 pela editora WMF Martins Fontes, o autor faz um paralelo entre o desenvolvimento da democracia moderna e a propaganda de guerra. Segundo Chomsky, assim como a mídia atual, esta exerce forte influência na construção do consenso entre a população, em prol daqueles que detém o poder.

Na primeira parte do livro, o autor utiliza como exemplo os primórdios da propaganda política, ilustrados pela Comissão Creel – a comissão de propaganda responsável por tornar a população americana “histérica e belicosa” contra os alemães, durante a Primeira Guerra Mundial. Assim, Chomsky faz uma comparação com as coberturas jornalísticas que abordam temas atuais, como no caso das ocupações no Iraque. Dessa forma, o autor mostra como ambas podem ser igualmente tendenciosas.

A última parte da obra, intitulada “O jornalista Marciano”, trata-se da transcrição – editada – de uma palestra proferida pelo autor, que propõe um exercício interessante: imaginar como um marciano relataria de forma mais imparcial a guerra dos EUA contra os terroristas orientais, já que levaria em conta somente seu contexto histórico, e não o ideológico.

O livro, embora esteja essencialmente ligado ao uso da mídia em relação às questões internacionais americanas, também deixa claro o poder que a mídia exerce sobre a opinião pública e como ela se utiliza desse poder. Em suma, “Mídia: propaganda política e manipulação” é um livro importantíssimo para estudiosos e interessados em mídia e comunicação.

­

iss

Mídia: propaganda política e manipulação           

Editora: WMF Martins Fontes

Ano: 2013

Preço: R$ 37,90

107 páginas

(Imagem: reprodução)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s