Produtores culturais resistem sem recursos do município

Com o cancelamento do edital de 2016, no começo deste ano, projetos aprovados buscam alternativas para continuar na ativa

MAT-promic1Peça “Antes do Grito”.  Fotografia: Divulgação.

Reportagem: Jéssica Doarte, 4º ano noturno
Edição: Danilo Bradão, 4º ano noturno

Desde que o edital de 2016 do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic) foi cancelado, em fevereiro último pela Secretaria Municipal de Cultura, os produtores culturais de Londrina têm buscado alternativa para manter a programação e seus projetos.

Nicole Bergamo é proponente e coordenadora do “Projeto Musicando na Escola”, que leva aulas de música clássica para crianças de escolas municipais da periferia de Londrina há 16 anos. “Nós temos sempre lista de espera, porque muita criança gostaria de entrar no projeto. Nós estamos atendendo até hoje em torno de 130 crianças”, comenta Nicole. As crianças que participam do projeto têm aulas de práticas e de teoria musical até completarem 18 anos.

Ela afirma que o projeto nunca contou com nenhum outro incentivo além do programa do município. No entanto, com o cancelamento, os organizadores buscaram apoio junto à inciativa privada, sem sucesso. “Nós tentamos procurar com algumas empresas, fizemos uma conta de quanto o projeto nos custava, para manter o mínimo, com menos aulas, sem aluno novo esse ano. Fizemos um planejamento para levar para as empresas, mas não conseguimos nenhum patrocínio”, lamenta. Por enquanto, o projeto continua sem atender as crianças.

Rafaela Martins integra a Rubra Cia. de Teatro e é atriz no projeto “Antes do Grito”, um espetáculo teatral que trata sobre abuso infantil. O projeto circula pelos centros de Referência da Assistência Social (Cras) da cidade. “A ideia é apresentar a peça e, posteriormente, como existe um trabalho de assistência social, de psicologia, abrir a possibilidade para que esses profissionais tratem sobre o assunto”, explica Rafaela. Ela diz que, após a revogação do edital, a proposta de descentralizar o espetáculo foi totalmente inviabilizada.

A atriz ressalta ainda o vínculo entre o Rubra Cia. De Teatro e a Usina Cultural, vila cultural que também tenta se manter após o cancelamento do edital. “O grupo continua tentando outros mecanismos para se sustentar. O Rubra fica prejudicado, só que ele vai tentar outros editais, outras coisas, outras apresentações. Nós somos grupo residente da Usina Cultural. Para as vilas, é insustentável, porque a verba do Promic paga o aluguel, luz, água, funcionários. E isso, sim, prejudica a gente”, aponta a atriz.

Outro projeto prejudicado com o cancelamento do edital é do proponente Jean Willian de Oliveira, do Rockocó Cultural, um coletivo de mídia voltado à cultura londrinense. “A ideia inicial do projeto sempre foi buscar aquela cultura de Londrina que ainda não é muito vista pela população de um modo geral. Essa ideia de resgatar a cultura mais lado B da cidade e levar para as pessoas e, dessa maneira, unir as pessoas em locais que estão precisando de mais incentivo, como as próprias vilas culturais, já é uma contrapartida social, de alguma maneira”, comenta Jean.

Segundo ele, o projeto levaria oficinas para quatro vilas culturais da cidade, de todas as regiões, onde seriam ministradas aulas sobre jornalismo na era digital, com a criação de uma web-radio e um blog pautando o cenário cultural local, no intuito de democratizar o acesso à cultura e a informação.

Sobre os prejuízos com o cancelamento do edital, ele afirma que já havia, inclusive, assinado um contrato com um prestador de serviço que viabilizaria o desenvolvimento do site do projeto, resultando em prejuízo financeiro. Ele ressalta que pretende levar adiante, mesmo sem os recursos do município. “É possível continuar. Tanto é que antes a gente já era ativo sem o Promic. Porém, vamos ter que ver outras alternativas agora”, conclui.

Entenda um pouco mais sobre o Promic

Reportagem: Jéssica Doarte, 4º ano noturno
Edição: Danilo Bradão, 4º ano noturno

Leia também:
Novo edital prevê apenas pessoas jurídicas

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s