O londrinense, o violino e a música

Violinista londrinense Roney Marczak fala do projeto social Sol Maior e da oportunidade que teve de tocar para o papa João Paulo II

Reportagem: Raimundo Nogueira, 4º ano matutino
Edição: Maria Vitória Ticiani, 4º ano matutino

MATraimundoimagem1
Roney Marczak: vida construída com a música. Fotografia: Raimundo Nogueira.

Ele rege a Orquestra Jovem de Londrina com olhares e poucas, pouquíssimas palavras. As crianças e adolescentes enxergam os gestos do maestro e tocam violinos, violoncelos, violas de arco, baixo, contrabaixo, sax e piano com segurança. Os alunos não titubeiam, seguem o mestre Roney Marczak.

Ele é o violinista brasileiro mais famoso no exterior. Por anos a fio tocou em teatros europeus, em recitais fechados e ao ar livre, junto com musicistas de renome, para milhares de pessoas. Por isso, as garotas e garotos da escola, de todas as classes sociais, seguem e olham para ele como quem olha para um guru, quase uma divindade. Também por isso, o som que produzem é tão lindo. É algo parecido com o sagrado.

Roney Marczak também faz parte de um projeto social – o Sol Maior – para ensinar música para quem não tem condições financeiras.


Roney Sterza Marczak nasceu em Londrina há 45 anos. Estudou violino desde criança e muito cedo precisou sair da cidade para seguir aprendendo. Aos 17 anos, ganhou uma bolsa de estudos na Alemanha. Foi para lá mesmo sem saber o idioma do país. Aprendeu alemão, inglês, francês, italiano e espanhol.

O violinista desenvolveu seu talento musical com aulas de professores importantes do Velho Mundo. Tudo era um sonho, um conto de fadas. E, como em um conto de fadas, Roney conheceu sua princesa. Casou-se com ela e tiveram três filhos. Só que… não foram felizes para sempre.

 

Nosso personagem, que inclusive, fez apresentações privadas para ninguém menos que João Paulo II, teve uma nova chance. Roney conheceu outra moça, Daniela, e teve outro filho sua alegria e inspiração para a luta insana do artista que insiste em produzir música boa no norte do Paraná.

 

Além do projeto social e musical que carrega nos ombros, de onde surgiram vários músicos espalhados pelo país e pelo mundo, Roney Marczak e mais três músicos formam o Quarteto Descobertas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s