Hospital do Câncer realiza doação de perucas

O acessório, confeccionado com doações de cabelo realizadas pela comunidade, é utilizado por pacientes que realizam tratamento quimioterápico

Reportagem: Bruna Tukamoto e Danilo Brandão, 4º ano noturno
Edição: Lucas Matheus, 4º ano noturno

MAT-bruna-e-danilo

A quimioterapia é o tratamento mais avançado na medicina para a cura do câncer. Apesar de eficiente, o método é agressivo ao organismo do paciente, que sofre com os efeitos colaterais. A perda de cabelo é a mais sentida, afetando a autoestima no processo de tratamento. Pensando nisso, o Hospital de Câncer de Londrina (HCL) desenvolve um projeto de empréstimo de perucas. No entanto, o processo para o acessório chegar até a mão do paciente depende da doação de cabelo e da confecção da peruca.

O HCL recebe, em média, duas doações de cabelo por dia. O número é insuficiente para atender a demanda dos pacientes. Somente o salão de beleza Yuri faz a confecção de perucas para o hospital, gratuitamente. O dono do estabelecimento, Silvio Cravo, explica que as mechas devem ter, no mínimo, 15 cm de comprimento e que é necessário se atentar ao modo correto do corte. Neste processo, muitas mechas não são aproveitadas pelo cabelereiro.

Após chegar ao salão, a confecção das perucas demora alguns dias e, então, são encaminhadas ao hospital. Os pacientes interessados no acessório procuram o setor de serviço social. Celeste Campos, responsável pelo setor, explica o processo para empréstimo. “Na Central, ela vai escolher qual peruca lhe agrada mais e assinar um protocolo. O empréstimo dura o tempo que a pessoa precisar. Não importa se ela precisar do acessório por um ano ou seis meses. O tempo vai depender da necessidade dela.”

Sônia Prestes, 58 anos, é uma das pacientes atendidas pelo serviço. Ela descobriu um câncer no pescoço e começou a quimioterapia. Sua filha, Rosevane Prestes, acompanhou a mãe desde o início do tratamento. “O médico avisou que seria natural a perda do cabelo. Foi aí que nos indicaram procurar o serviço social do HCL. Chegamos na sala de acessórios e cada uma [das voluntárias] queria colocar uma peruca diferente na minha mãe. Quando fomos embora, ela saiu com a autoestima lá em cima”, relata Rosevane.

A psico-oncologista do Hospital do Câncer, Maria Laura Monteiro, explica que a perda de cabelo remete ao paciente um quadro de vulnerabilidade maior, causando a ideia de uma imagem corporal distorcida.

Serviço

As doações de cabelo podem ser feitas em qualquer portaria do Hospital do Câncer de Londrina. O HCL também recebe as mechas via correio, pelo endereço: Rua Lucila Ballalai, nº 212. Jardim Monções, Londrina-PR. CEP: 86015-520. Além de cabelo, o hospital também recebe doações de chapéus e lenços para os pacientes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s