Londrina terá 1ª igreja no mundo para surdos

Conheça as características do projeto religioso idealizado exclusivamente para atender às necessidades de surdos e deficientes auditivos

Reportagem: Rorigo Nolasco, 4° ano noturno
Edição: Brenda de Oliveira, 4° ano noturno

MATrodrigofoto1
Perspectiva do projeto arquitetônico da primeira igreja para surdos do mundo. Crédito: Congregação Pequena Missão para Surdos.

Está sendo construída em Londrina (PR) a primeira igreja do mundo projetada especialmente para pessoas surdas. A congregação Pequena Missão para Surdos, presente na cidade há mais de 35 anos, é idealizadora do projeto. Além da igreja, outros trabalhos são desenvolvidos para que os surdos sejam incluídos.

Rodrigo Nunes, seminarista da congregação idealizadora e responsável pela igreja, fala das características que fazem da construção um projeto especialmente pensado para os surdos.

O Seminarista Rodrigo destaca ainda o principal objetivo da congregação religiosa com a construção da igreja.

João Vitor, de 14 anos, comenta os benefícios de se ter um espaço na religião pensado especialmente para as pessoas surdas.

Natália Lopes, intérprete de Libras no Centro Espírita Nosso Lar, em Londrina, fala da importância da inclusão dos surdos em todas as religiões.

Serviço:
A capela e a Igreja de Nossa Senhora do Silêncio ficam localizadas na rua Comandante Carlos Alberto, nº 222, no bairro Jardim Boa Vista em Londrina. Para conhecer mais sobre a Pequena Missão para Surdos, visite o site do projeto ou  entre em contato com a congregação pelo telefone: (43) 3325-8105.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s