Um é bravo, eles são Bravi – uma academia orquestral

Texto, fotos, áudio e vídeo: Maria Clara Martins

 

Foto de Marie(12)1

O músico Jhonatan Santos ensaia a turma juvenil

 

Desde março de 2017, a Bravi – Academia de Prática e Formação Orquestral atua em Londrina com a ideia de possibilitar a vivência musical e o contato entre alunos de diversos níveis e idades.

As experiências do músico Jhonatan Santos em orquestras nacionais e internacionais e no programa Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba) o trouxeram de volta à cidade de Londrina após muitos anos morando em Salvador.

Ao voltar à cidade, Jhonatan se deparou com uma lacuna no cenário do ensino de música na região: entre o aprendizado do aluno no instrumento musical e a atuação profissional. Daí surgiu a ideia de criar a Bravi, somando suas vivências às de músicos daqui.

Ele, que é especialista em viola, aliou-se a outros instrumentistas de cordas friccionadas para ensinar violino, viola, violoncelo e contrabaixo. Segundo Jhonatan, “a ideia principal é ter vários grupos de diferentes níveis, nos quais os grupos estudam e progridem dentro de uma ideia técnica de formação de grupo. A gente pensa no grupo como um instrumento, a orquestra de cordas é basicamente isso.”

Formada por músicos experientes na prática orquestral, a academia possui em seu quadro artístico-pedagógico: Celinho Matias, Rafael Regilio, Fernanda Monteiro, Jhonatan Santos e Thalita Alcantara. A escola tem ainda a tutoria de Evgueni Ratchev, spalla da Orquestra da Universidade Estadual de Londrina (Osuel) e Irina Ratcheva, pianista da Osuel, dois músicos conhecidos do público londrinense.

A Orquestra Juvenil

A escola orienta hoje um grupo de músicos de nove a 14 anos que compõem a Orquestra Juvenil. Os alunos possuem experiências diversas, alguns já praticam há anos. Bianca Franco Barbosa, de 13 anos, toca violino há um ano e meio e conta que não era muito fã do instrumento antes de conhecê-lo de perto.

 

 

 

brav4

As alunas de violino Bianca Franco Barbosa e Laysa Gabriela Prado se divertem no ensaio

 

Nesta quinta-feira, 11 de outubro, a academia irá promover um concerto no Centro Cultural Sesi/AML (rua Maestro Egídio Camargo Amaral, 130 – Centro). O Quarteto de Cordas Bravi subirá ao palco às 19h30. Os ingressos custam uma caixa de leite e devem ser retirados uma hora antes da apresentação no próprio Sesi.

Serviço

Academia de Prática e Formação Orquestral Bravi: rua Professor Samuel Moura, 507. Telefone: (43) 99853-3426.

 

LEIA MAIS

Bailarinos da Funcart relatam por que ‘vivem a dança’

Circulasons traz a Londrina uma série de shows de músicos brasileiros

Flapt! reconhece importância da cultura local

Projeto de contação de histórias faz crianças retomarem gosto pela leitura

Terror nacional ganha força com nova geração de cineastas

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s