Laboratórios da UEL desenvolvem pesquisas na área da saúde

Texto, foto e áudios: Bruno Nomura

 

DSC_0194

A UEL tem vários laboratórios que desenvolvem pesquisas em diferentes áreas

 

Você consumiu leite hoje? O Brasil é o quarto maior produtor de leite do mundo, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Como garantir a qualidade do produto que chega à sua mesa? Uma das alternativas é um reagente desenvolvido na Universidade Estadual de Londrina (UEL). O Formol Free, que já é comercializado, detecta a presença de formol no leite em apenas cinco minutos, explica Juliana Mareze, doutoranda do Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal.

 

 

A nanopartícula de prata é um dos objetos de estudo do Laboratório de Bacteriologia Básica e Aplicada da UEL. Uma das professoras do laboratório, Renata Kobayashi relata que o material tem ação antimicrobiana e pode ser incorporado em diversos produtos.

 

 

E do sol, você está protegido? Utilizar protetor solar, especialmente em horários de alta intensidade dos raios, é uma das formas de prevenir o câncer de pele, tema da pesquisa do mestrando Walison Brito. Ele desenvolve seus trabalhos no Laboratório de Patologia Molecular da UEL.

 

 

É assim que a ciência avança: a cada pesquisa desenvolvida, novas descobertas. É a soma de todos esses esforços que elevou a ciência ao patamar em que ela está hoje.

Dia C da Ciência

Os três projetos desta reportagem estavam entre os apresentados no Dia C da Ciência, realizado em 16 de outubro, Dia da Ciência e Tecnologia. A iniciativa foi realizada em dezenas de cidades brasileiras. O evento em Londrina foi promovido pela UEL em parceria com outras instituições no Aterro do Lago Igapó. Em mais de 20 tendas, professores e estudantes mostravam a importância da pesquisa e o impacto dela no cotidiano do cidadão.

 

A professora Ana Paula da Silva passava pelo aterro com a filha de um ano e decidiu visitar a feira.

 

 

A filha de Ana Paula ainda nem fala, mas se divertia aprendendo a importância de escovar os dentes. Em tempos de desvalorização da pesquisa brasileira, é uma das formas de ensinar a importância da ciência desde cedo.

 

LEIA MAIS

Voltar à universidade depois dos 40: a realização de um sonho

UEL: Exatas têm evasão de 46% e alunos relatam dificuldades

Possível corte de bolsas em 2019 amplia desmonte na educação

Pressão na vida acadêmica pode prejudicar saúde mental de estudantes

HU de Londrina oferece cuidado especializado para prematuros

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s