Alimentação vegetariana e vegana cresce no Brasil

Texto, fotos e áudio: Mariana Sanches

 

Popularmente conhecidos como vegetarianos, os ovolacto-vegetarianos são pessoas que não comem carne, mas que ainda consomem alimentos que contêm ovos e leite. Já o vegetariano é a pessoa que não come alimentos de origem animal. Por fim, o vegano é quem não come, não consome e não financia produtos ou serviços que explorem animais.

Segundo pesquisa realizada pelo Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) em maio deste ano, no Brasil, 14% da população se declara ovolacto-vegetariana, o que significa um crescimento de 75% em relação a 2012.

Alice Kaseker, 18 anos, faz parte da população vegana do Brasil. Ela aderiu ao movimento há três anos, depois de assistir a uma série de vídeos que mostrava como funciona a indústria de ovos, leite e derivados.

A jovem era ovolacto-vegetariana havia cinco meses quando decidiu cortar todos os derivados de animais. “Durante esses cinco meses eu não conhecia a verdade por trás da indústria dos derivados. Quando tive acesso à informação, percebi que estava muito enganada. Virei vegana por imperativo ideológico. Sabendo o que significava não ser, tive que mudar.  A gente costuma viver no automático, comendo qualquer coisa sem saber o que é aquilo. Ao me tornar vegana, tornei rotineiro o pensamento crítico e a reflexão sobre esses assuntos.”

Ovolacto-vegetariana há três anos, Emanuele Gomes, 16, diz que o principal motivo que a levou a cortar a carne da alimentação foi o sentimento de culpa. Ela relembra o vídeo sobre abatedouros que a fez parar de comer animais. “Decidi que não ia mais colaborar com a morte de milhões de vidas só pra que eu tivesse o prazer de comer carne.”

Segundo Emanuele, sua saúde mudou desde que se tornou ovolacto-vegetariana. “Quando você come carne, é muito normal viver no automático. Já quando você não consome, você tem que aprender a substituir. Meus exames de saúde melhoraram muito depois de ter virado ovolacto-vegetariana. Além disso, comecei a ter mais contato com o movimento. Não aprendi só sobre vegetarianismo, mas sobre desenvolvimento sustentável e veganismo. Coisas que hoje são muito importantes na minha rotina.”

Presente em Londrina há mais de três anos, o Café com Propósito é uma das poucas opções exclusivamente veganas da cidade. A gerente Maria Natalia Gonçalves explica que a opção por não produzir alimentos de origem animal partiu de uma ideologia dos donos do estabelecimento e também de uma carência da população londrinense por alimentos veganos.

 

 

Sanduíche natural

Lanches naturais e veganos são opções no Café com Propósito

 

Copo ecológico

A preocupação ambiental do veganismo reflete até nos utensílios de cozinha

 

Café com propósito

Decoração do estabelecimento é voltada para a temática vegana

 

LEIA MAIS

Morango também é rango; confira receita!

Conheça comidas que previnem doenças crônicas

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s