Museu de Arte de Londrina passará por reformas

Texto e fotos: Isabella Cavalheiro

 

O Museu de Arte de Londrina (MAL) celebrou, em maio deste ano, 25 anos de fundação. Projetado pelos arquitetos João Batista Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi, em 1948, o prédio se tornou uma referência da arquitetura nacional modernista, o primeiro construído no Paraná. Segundo Maria Luísa Fontenelle, diretora de Ação Cultural da Secretaria Municipal de Cultura, o acervo do MAL é composto por cerca de 620 itens, entre eles fotografias, esculturas, gravuras e telas.

Inicialmente, em 1934, o prédio histórico foi construído para abrigar a quarta rodoviária da cidade. Anos depois, no final da década de 1980, para se transformar em sede do museu, teve que passar por diversas adaptações. “Este prédio se tornou referência nacional da arquitetura modernista e isso é importante para a questão cultural da cidade”, destaca Maria Luísa.

Há cerca de 20 anos, o local não recebe uma intervenção significativa. No dia 22 de novembro deste ano, a Prefeitura publicou o edital de abertura do processo licitatório para a contratação da obra. Segundo o secretário municipal de Cultura, Caio Julio Cesaro, as obras irão abranger a adequação das partes de cobertura e telhamento do prédio, que recorrentemente sofre com infiltrações de água, além de reparos nos pisos externos, em esquadrias e superfície metálica, pintura e adequação de equipamentos de segurança.

A estudante de psicologia Giovanna Cavalheiro afirma ter uma memória afetiva do MAL. “Na minha infância visitava muito o museu com meu pai e me recordo da minha empolgação ao ver certas obras. Sempre que era possível, meu pai também me levava no planetário, que era perto.” A estudante acredita que a reforma será importante para reforçar a cidade como referência na arte do país. “Acredito que a reforma do museu só vai fortalecer a região de Londrina e, com uma estrutura mais nova, pode atrair até mais visitantes diariamente.”

O recebimento dos envelopes de licitação está marcado para o dia 7 de janeiro de 2019. A empresa contratada deverá executar os serviços no prazo de 150 dias corridos, contados a partir da data de recebimento da ordem de serviço, que deverá ser emitida em até 60 dias úteis após a assinatura do contrato.

 

Foto 1 - Entrada do Museu de Arte de Londrina

Entrada do Museu de Arte de Londrina

 

Foto 2 - Parte traseira do museu com estrutura mais antiga

Parte traseira do museu com estrutura mais antiga

 

LEIA MAIS

Artistas e produtores temem desmonte cultural em novo governo

Bailarinos da Funcart relatam por que ‘vivem a dança’

Flapt! reconhece importância da cultura local

Músicos londrinenses a caminho do sucesso

Amor fúnebre: saiba mais sobre a romantização da morte no cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s