Janeiro é mês de Viva Elis no Bar Valentino

Texto e áudios: Pamella Basseti

 

indayana

Indayana, segunda artista a se apresentar nos palcos do Viva Elis (Crédito: arquivo pessoal)

 

Em janeiro de 1982, a cantora Elis Regina, a eterna pimentinha, faleceu. Vítima de overdose, Elis, que é considerada uma das maiores intérpretes da música popular brasileira, tinha apenas 37 anos. Desde então, o mês de sua morte é marcado por eventos e programações especiais no cenário cultural que relembram sua carreira e também suas canções.

Em Londrina, o Bar Valentino comemora todo mês de janeiro com o projeto Viva Elis. O idealizador e produtor do evento, Valdomiro Chammé, conta que a ideia surgiu em 1992, para relembrar os dez anos da morte de Elis. De lá pra cá, ele repete o festival todos os anos no bar. Para este ano, Chammé organiza quatro shows dedicados a prestar essa homenagem a Elis. O evento começa na próxima quinta-feira, 10 de janeiro. Estão previstas quatro noites de apresentações, sempre às quintas, até o fim do mês.

Neste ano, as cantoras Allice Tirolla, Indayana, Silvia Borba e o Grupo Entre Nós se apresentam no palco do Valeco, com releituras das obras de Elis Regina. Em entrevista, a cantora Indayana conta que foi a artista que mais vezes se apresentou no festival.

 

 

Indayana é fã de Elis. Segundo ela, a cantora de MPB “é a maior intérprete do Brasil de todos os tempos, porque fazia uma fusão perfeita entre a cênica e a música. Conseguia ser cantora e atriz ao mesmo tempo”. Ela ainda acrescenta que é muito difícil escolher as canções preferidas dentre as mais de 300 gravadas pela pimentinha. “Durante esse tempo participando do projeto Viva Elis, eu pude experimentar muita coisa, viajar no universo de Elis.”

Em 2019, Indayana é a segunda intérprete a dar vida às canções de Elis Regina no projeto Viva Elis. Seu show será no próximo dia 17 de janeiro. Ela prepara um repertório com 20 canções.

 

 

Este ano, a edição é marcada pelos 40 anos do disco “Essa mulher”, lançado em 1979 por Elis, e também pelos 40 anos do Bar Valentino, que se consolidou como um clássico nas noites londrinenses, responsável por acolher vários projetos e eventos de cunho cultural na cidade. Em entrevista para a Folha de Londrina, Valdomiro Chammé fala das novidades do Viva Elis em 2019. “Este ano teremos uma grande variedade no palco, desde os boleros que a Silvia Borba escolheu interpretar, até os arranjos para canto coral que serão trazidos pelo Grupo Vocal Entre Nós, ambos pela primeira vez no Viva Elis.”

 

LEIA MAIS

Primos da Cida: 21 anos de trajetória na música

Músicos londrinenses a caminho do sucesso

Um é bravo, eles são Bravi – uma academia orquestral

Independentes de um dom natural, aulas de canto são para todos

Programa de rádio dá voz a vivências trans e travestis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s