Time de futebol americano atrai jovens em Londrina

Texto, foto, áudio e vídeo: Lucas Maffessoni

 

O futebol americano foi um esporte pouco conhecido no Brasil por muitos anos. Entretanto, devido ao aumento de transmissões televisivas da National Football League (NFL), principal liga norte-americana, o número de brasileiros interessados na modalidade aumentou de forma considerável na última década. A prática desse esporte está se tornando cada vez mais comum entre os jovens e os adolescentes. Por conta disso, em Londrina, o professor Guilherme Muraoka, 27, fundou, em 2015, um time de futebol americano voltado, especialmente, para a faixa etária entre 14 e 20 anos, o Londrina Titans Football.

A equipe surgiu vinculada ao Londrina Bristlebacks, time tradicional da cidade, participando de campeonatos na modalidade flag-football,  que consiste na utilização de apenas metade do campo original, além de proporcionar menos contato físico entre os atletas. “Muitas pessoas são atraídas por pensarem que é um jogo violento, mas, depois que você o entende, se apaixona. É muita estratégia, muita inteligência envolvida”, afirma Muraoka. Em 2017, os Titans se tornaram uma equipe independente e os atletas já possuem o equipamento necessário para a prática da modalidade full-pads, formato tradicional do esporte.

 

WhatsApp Image 2019-05-17 at 03.56.41

Treino do Londrina Titans, no Lago Igapó

 

Além de proporcionar o ambiente e os equipamentos necessários para a prática do futebol americano, Muraoka ressalta a contribuição do esporte na formação do caráter dos atletas. “O esporte já é em si desafiador, os meninos se superam. Apesar das competições, parte da minha filosofia é a de que todos devem se divertir e sair de lá satisfeitos. Gostaria que a formação do caráter fosse a maior marca em suas vidas.” O atleta Pedro Bronzatti Siqueira, 17, afirma que o impacto do esporte em sua vida vai além das quatro linhas.

 

 

Segundo o presidente e atleta do Londrina Bristlebacks, Fernando Ohashi, um dos motivos para o aumento do interesse dos jovens no mundo do futebol americano está relacionado a sua acessibilidade. “É um esporte democrático, não importa se o jogador é alto ou baixo, gordo ou magro. Sempre terá uma posição para ele.” Porém, também ressalta a importância do comprometimento pessoal dos atletas. “Não depende só dos treinadores. Cada um precisa manter seu ritmo, estudo e preparações física e psicológica, pois contam muito na hora do jogo.”

 

 

Os treinos do Londrina Titans Football ocorrem no aterro do Lago Igapó 2, às segundas, terças, quintas e sextas-feiras, das 19h30 às 21h.

 

LEIA MAIS

Abdou Faisol Bello: da África para Londrina por causa de um sonho

Edson Henrique dos Santos: o guardião do VGD

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s