Joe Veloso: o criador e intérprete de Jojo Kendals

Texto, foto, áudio e vídeo: Pietra Bilek

 

opcao2

Depois de algumas horas de maquiagem, a drag queen Jojo ganha vida

 

Joe Veloso organizava suas maquiagens enquanto esperava a entrevista começar. A mesa estava lotada de produtos de beleza, de diversas marcas, formas e cores, que mais tarde dariam vida a uma pessoa completamente diferente de Joe, mas uma das partes mais importantes de sua vida.

O publicitário e maquiador contou que sempre se sentiu diferente, e que no começo a sensação era de que tinha algo errado com ele. “O processo para me aceitar homem gay não foi fácil. Via que era fácil para todo mundo, todos já sabiam que eram, mas eu não e, é claro, quando me descobri e aceitei, queria fazer todo mundo engolir quem eu era”, contou Joe logo no começo da entrevista.

Para ele, a parte mais turbulenta de fazer parte da comunidade LGBT é, além de lidar com a sociedade, lidar com a reação das pessoas que estão dentro da própria casa, sua família. Como a mãe do publicitário é muito religiosa, ela via a orientação sexual do filho como algo sobre o qual ele precisava de ajuda.

“Sempre me interessei por maquiagem, mas nunca tinha tentado. Um dia, tive vontade de me maquiar e me montar como uma mulher, e foi um choque revelador, entendi que era aquilo que faltava em mim. Foi aí que criei a personagem Jojo Kendals, uma drag queen que me permite ser tudo que quero ser”, contou Joe durante a entrevista.

 

 

Para o publicitário, esperar que a sociedade o aceite é como esperar chuva em tempos de seca. Com o tempo, ele foi descobrindo que a aceitação precisava vir muito mais das pessoas que estavam próximas dele e, é claro, dele próprio. O que ele espera, como toda a comunidade LGBT, é respeito, e acredita que os tempos são difíceis para esperar isso.

 

 

Pouco mais de uma hora e Jojo Kendals tomou vida durante a entrevista, foi tão rápido e espontâneo que nossa câmera nem sentiu o impacto da transformação até que ela estivesse completa. Ali o personagem preferido de Joe ganhou vida, aquele em que ele pode se libertar e se permitir.

“Sou um homem de 1,94 m sim, e também sou uma drag queen quando quero. O que eu entendi ao longo desses anos é que, apesar de todas as características diferentes da maioria, sou uma pessoa completamente normal.” O que a Jojo Kendals revelou é que, por mais estranho que seja aos olhos de muitos, aceitar sua performance e sua felicidade estão acima de tudo isso.

 

LEIA MAIS

Projeto incentiva meninas a cursar áreas de exatas

Conheça R., a mulher que sabe o que é o amor

A carne que não lia o verbo: Alice e Lia no mesmo corpo

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s