Red Sharks: o time de beisebol de Londrina

Texto, foto e áudio: Katia Peruzi

 

FOTO PRINCIPAL RED SHARKS

Jogadores com o troféu que ganharam no X Torneio Nacional de Beisebol Amador Avançado, em 2016

 

O Londrina Red Sharks foi criado em 2015 e é formado por atletas que já jogaram beisebol ou que tinham interesse em conhecer o esporte. O prazer em praticar a modalidade uniu muita gente. Hoje, a equipe conta com mais de 40 atletas. A pluralidade entre os jogadores é uma característica marcante no time. Tem jogadores de várias profissões, como: agrônomo, engenheiro da computação, rapper, fotógrafo e administrador. Tem até jogador que veio de outro país: Dannys Aguilar, da Venezuela.

 

(Créditos: Katia Peruzi e Emerson Maler)

 

Edson Pereira, conhecido apenas pelo sobrenome, começou a jogar com oito anos por influência dos pais. “Mesmo em uma fase que não estava a fim de praticar o esporte, meus pais puseram força, falaram para continuar. Depois fui jogar fora da cidade [em campeonatos], sempre conhecendo amizades novas, e continuo no esporte até hoje. Hoje, não saio do beisebol por causa do Red Sharks, que é o nosso time do coração.”

O rapper e capitão do time, Thales Malassise, sempre teve interesse em jogar beisebol, mas isso se concretizou depois que a esposa ficou grávida. “Coloquei na cabeça que o meu filho iria jogar. Antes dele nascer, já tive essa vontade de começar a jogar e aprender para, quando meu filho tivesse certa idade, eu ter uma noção para ensinar e o acompanhar. E deu certo, ele está com quatro anos e ama beisebol.” O capitão também compartilhou algumas tradições que os jogadores do time têm – uma delas é bem diferente.

 

(Crédito: Katia Peruzi)

 

Em pouco tempo, o Londrina Red Sharks já acumula conquistas. O time já foi campeão em três competições: Campeonato Brasileiro na categoria Amador Avançado (2016); Torneio Yukiu Fukuda (2016 e 2017); e Liga Norte Paranaense de Beisebol Amador (2018).

O time treina no maior complexo de beisebol do Brasil, na Acel (Associação Cultural e Esportiva de Londrina). O nome e o símbolo são inspirados no time de futebol LEC (Londrina Esporte Clube), que tem o tubarão como mascote.

O Londrina Red Sharks nasceu por meio de um projeto de aprendizado de beisebol para quem nunca havia praticado o esporte. Este projeto ainda está na ativa. Quem explica sobre como participar é o técnico do time, André Yagura.

 

 

LEIA MAIS

Germano: a trajetória do capitão alviceleste

Time de futebol americano atrai jovens em Londrina

Projeto londrinense é referência na formação de atletas

Muay thai é a luta do momento entre as mulheres

Bicicleta: um meio de transporte ecológico e econômico

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s