Cresce a oferta de produtos sem lactose nos supermercados

Texto, fotos, áudio e vídeo: Ana Paula Motta

 

O mercado de alimentos funcionais e especiais cresceu nos últimos anos. Os produtos sem lactose, que antes ocupavam um espaço pequeno nas prateleiras dos supermercados brasileiros, agora são exibidos em corredores especiais, com direito a embalagens bem trabalhadas e ingredientes orgânicos.

 

Processed with VSCO with c1 preset

Produtos sem lactose ganham espaço nas prateleiras dos supermercados

 

O destaque na prateleira tem fundamento: a estimativa da consultoria Euromonitor é de que as vendas aumentem entre 10% e 15% nos próximos cinco anos. O mercado já mostrou o seu potencial, dado que o consumo do leite sem lactose representa atualmente de US$ 300 milhões a US$ 2 bilhões anuais.

O aumento das vendas é um reflexo dos novos hábitos alimentares dos brasileiros que decidiram fazer a troca do leite comum para o leite sem lactose por motivos de saúde.

Dados de uma pesquisa do Datafolha de 2017 mostram que cerca de 35% da população brasileira com idade acima de 16 anos possuem algum tipo de desconforto digestivo após o consumo de leite ou derivados.

A lactose é um tipo de açúcar encontrado no leite e seus derivados. Segundo a nutricionista Christiane Kudo, a intolerância à lactose é a incapacidade que o organismo tem em digerir a lactose. O intolerante à lactose é um paciente que tem pouca ou nenhuma facilidade de digestão desse açúcar natural do leite.

 

 

Depois de descobrir uma alergia à lactose, a jornalista Mariana Lo Turco mudou a sua lista de compras no supermercado.

 

Processed with VSCO with f2 preset

Mariana Lo Turco durante uma compra no supermercado; antes ela tinha dificuldades de encontrar produtos sem lactose

 

Mariana afirma que no começo era difícil encontrar leite ou derivados sem a temida lactose. “Os poucos produtos que estavam dispostos eram ruins e caros. Era difícil encontrar um leite condensado, por exemplo.” Hoje, a situação mudou.

 

 

A maior variedade de produtos sem lactose atendeu às expectativas não somente de pessoas intolerantes, como a jornalista, mas também de consumidores que veem o consumo desses produtos como uma opção saudável.

Para a indústria, isso indica uma oportunidade de mercado. A Mintel, uma das principais agências de inteligência de mercado do mundo, indicou numa pesquisa de 2016 que 30% dos brasileiros gostariam de ver mais variedades de produtos saudáveis nos supermercados. Se antes a jornalista precisava procurar pelo leite sem lactose, agora tem à disposição um universo de leite sem o temido açúcar natural.

 

LEIA MAIS

A prática do vegetarianismo cresce a cada dia no Brasil

Marmita volta com tudo à rotina dos brasileiros

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s