Alimentos orgânicos: uma tendência mais saudável e sustentável

Texto, fotos e áudios: João Gabriel Mariucci

 

O consumo de alimentos orgânicos tem sido uma tendência para aqueles que almejam um estilo de vida mais sadio. De acordo com a Abrasco (Associação Brasileira de Saúde Pública), o Brasil é líder mundial no consumo de agrotóxicos. Dados de 2017 revelaram que os brasileiros consomem cerca de sete litros de agrotóxicos por ano.

A exposição a essas substâncias é extremamente nociva à saúde: causam intoxicações graves que, quando não levam a óbito, acarretam o desenvolvimento de doenças crônicas, como câncer. Dessa forma, uma alternativa para fugir dos agrotóxicos é a opção por hábitos mais saudáveis, a exemplo de uma alimentação orgânica, como fez Carol Ugolini. A servidora pública adotou esse costume há um bom tempo. “É a qualidade, os produtos orgânicos são mais saudáveis. Vale a pena comprar e pagar um valor um pouco mais caro por algo que tem qualidade, porque não adianta comprar sem saber a procedência e, futuramente, sofrer com problemas de saúde.”

Na UEL (Universidade Estadual de Londrina), o Neagro (Núcleo de Estudos de Agroecologia) realiza atividades em ensino, pesquisa e extensão no setor da agroecologia, desenvolvendo maneiras sustentáveis do uso da terra. O projeto divulga e incentiva o sistema agroflorestal, método de produção de alimentos orgânicos.

 

IMAGEM 2

Banner de divulgação do Neagro

 

A estudante Isabella Sanches do quinto ano de agronomia da UEL e integrante do Neagro ressalta a importância do consumo de orgânicos, pois contribuem tanto para a qualidade de vida quanto como para a agricultura familiar.

 

 

Os produtos cultivados na agrofloresta são distribuídos para a comunidade universitária, a ação divulga a produção orgânica e incentiva um consumo mais consciente. Em 5 de junho, os estudantes do Neagro estiveram no RU (Restaurante Universitário) distribuindo alfaces e chicórias.

 

IMAGEM 3

Equipe de estudantes que integram o Neagro

 

Além disso, adotar os alimentos orgânicos contribui tanto para o próprio organismo, evitando intoxicações e prevenindo doenças, como também  preserva os recursos naturais, evitando a erosão do solo, protegendo a qualidade da água, restaurando a biodiversidade e defendendo a vida animal e vegetal. Mais que do isso: são mais nutritivos e saborosos.

No Brasil, o mercado de produtos orgânicos cresceu nos últimos anos. Em Londrina, as feiras orgânicas são uma oportunidade para todos os interessados. Elas são realizadas pela cidade em diversos dias e locais.

 

 

LEIA MAIS

A prática do vegetarianismo cresce a cada dia no Brasil

Cresce a oferta de produtos sem lactose nos supermercados

Da feijoada ao crème brûlée: as possibilidades da gastronomia

Eduardo Hatada: um chef em movimento constante

Má alimentação compromete saúde de estudantes universitários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s